Modified Rankin Scale

A Modified Rankin Scale – MRS (Escala Modificada de Rankin) é a escala mais popular de desfechos globais em Acidente Vascular Cerebral, e vem sendo cada vez mais adotada com objetivos primários de ensaios clínicos em AVC agudo. A escala descreve seis graus de incapacidade após um acidente vascular cerebral: grau 5 denota incapacidade grave, acamados; enquanto grau zero denota nenhum sintoma ou sequela.

Utilizamos e correlacionamos esta escala com a MIF na enfermaria de Neurologia do HC – UFPR, em uma amostra de 325 pacientes cujo as doenças neurológicas geraram deficiências motoras e sensoriais. O índice de correlação de Pearson foi superior a 0,8 pontos quando correlacionada com a parte motora da MIF.

Como é uma escala bastante utilizada por médicos, é importante que também seja usada por reabilitadores,  devido a permitir uma discussão mais clara com a equipe sobre a incapacidade do paciente. Contudo, esta é a validade da escala, identificar o nível de incapacidade do paciente. Para pensar em processo de intervenção concluímos ser melhor, em um contexto de enfermaria e para o paciente com AVC, a utilização da MIF.

Aqui há uma discussão sobre escalas utilizadas junto a pessoas acometidas por AVC e também uma comparação entre o Índice de Barthel e a MIF (chapter21_outcome-measures_final_16ed).

– A Escala: modified_rankin

– Utilização: Modified Rankin Scale – Structured Interview

About renatonickel

Terapeuta Ocupacional Professor Associado Departamento de Terapia Ocupacional - UFPR
This entry was posted in As Avaliações. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s